Sinop

Equipamentos começam a funcionar e melhoram segurança do aeroporto de Sinop

Os Indicadores de Percurso de Aproximação de Precisão (PAPI) e a Estação Prestadora de Serviço de Telecomunicações e de Tráfego Aéreo (EPTA) começaram a funcionar no aeroporto João Figueiredo. No último dia 22, técnicos da Aeronáutica deram início à operação dos equipamentos, que, agora, está sob responsabilidade de uma empresa.

Com o início do funcionamento, a unidade passará a ter mais segurança, explicou, ao Só Notícias, Frederico Bernardo Silva, da administração aeroportuária. Ele explica que a EPTA é composta de três partes: uma estação, que passará a fornecer, de hora em hora, informação oficial sobre as condições meteorológicas do aeroporto; uma sala de Serviço de Informação Aeronáutica (AIS), local equipado com computador e mapas de navegação, onde os pilotos poderão planejar os voos e fazer eventuais mudanças de rotas; e uma sala de rádio, controlada por um operador.

Já o PAPI é um conjunto de aparelhos de iluminação com focos calibrados, instalados ao lado da pista, e tem por objetivo ajudar pilotos nos pousos principalmente em dias chuvosos. “O que muda a partir de agora é que vamos ter segurança de comunicação entre as aeronaves e informação meteorológica oficial”, afirmou Frederico, ao Só Notícias.

Além do início do funcionamento dos equipamentos, o aeroporto João Figueiredo também está passando por mudanças, custeadas pela prefeitura, que visam a autorização para funcionamento por instrumentos. O terminal de passageiros está sendo ampliado e ainda serão feitas modificações no pátio de estacionamento de aeronaves e afastamento da cerca. “São condições essenciais para a certificação por instrumentos que a ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) exige”, explicou.

A reforma do terminal de passageiros do aeroporto sinopense terá investimentos de R$ 538 mil de recursos próprios da prefeitura. Serão construídas mais 4 salas para o setor administrativo, ampliação do check-in local, local para instalação de uma guarnição policial, mais guichês para locação de veículos, revisões na parte elétrica, pintura e reformas no banheiro. A ordem de serviço foi emitida em janeiro, com previsão de conclusão de três meses.

Conforme Só Notícias já informou, o aeroporto é uma das 13 unidades que entrou no estudo para concessão à iniciativa privada pelo governo federal, que foi anunciado pelo presidente Michel Temer. Além de Sinop, o bloco de Mato Grosso é composto pelos aeroportos de Cuiabá, Rondonópolis, Alta Floresta e Barra do Garças

 

Fonte: Só Notícias/Herbert de Souza (fotos: Só Notícias/Diego Oliveira)

Fonte:Fonte: Só Notícias/Herbert de Souza (fotos: Só Notícias/Diego Oliveira) | 06/03/2018