Sinop

Voos são cancelados por falta de equipamentos no aeroporto de Sinop

Desde o início do período chuvoso, a companhia aérea Azul já contabilizou o cancelamento de quatro voos no aeroporto municipal João Figueiredo. Segundo nota da assessoria da empresa, encaminhada ao Só Notícias, a unidade “opera somente no visual. Portanto, em casos de restrição de visibilidade, não há condições seguras para realizar os procedimentos de pouso”.

O último cancelamento ocorreu na segunda-feira, na rota “Cuiabá-Sinop”. O piloto da aeronave, que saiu do Marechal Rondon, em Várzea Grande, teve que retornar para o aeroporto de origem, por entender que não havia condições de pouso em Sinop. De acordo com a empresa, os passageiros foram “reacomodados via terrestre e em outros voos da própria companhia”.

Conforme Só Notícias já informou, o licenciamento provisório de instalação e operação dos equipamentos de segurança do aeroporto municipal presidente João Batista Figueiredo foi entregue, esta tarde, pelo gerente secretaria estadual de Meio Ambiente (Sema), Sandro Depiné, para a prefeita Rosana Martinelli e representa o cumprimento de mais uma etapa do processo burocrático iniciado no primeiro trimestre deste ano para que o aeroporto tenha estrutura melhor proporcionando maior segurança também nos pousos e decolagens em período chuvoso. O processo estava parado desde 2014.

Por outro lado, a vistoria final no aeroporto municipal feita pelo Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (Cindacta IV), de Manaus, está marcada para começar na próxima segunda-feira (27) e seguirá até 1º de dezembro. A equipe deve vistoriar todos os procedimentos feitos na unidade aeroportuária até agora e decidir sobre a homologação final da Estação Prestadora de Serviço de Telecomunicações e de Tráfego Aéreo (EPTA), que já está instalada. A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) já aprovou a liberação da frequência de uso da EPTA, este mês. 

 

So noticias

Fonte:So noticias | 24/11/2017